Conto erótico | Meu primo do norte

Em Julho de 2003 meu primo que morava na região norte veio passar férias na nossa casa, ele era muito gato, magrelo, alto, corpo liso, quando olhei para ele meu pau começou a ficar duro, mas me contive e fui até o banheiro e posicionei meu pau para baixo dentro da cueca...

No fim de semana meus pais viajaram para a fazenda e ficamos sozinhos em casa, quando acordei por volta das 9 da manhã ele não estava, lá pelas 11:30 ele chegou todo lindo e cheiroso, fiquei de pau duro na hora vendo ele lindo com aquela camisa branca, ele conversava comigo e fazia cara de safado.

Em determinado momento ele me perguntou se aquela camisa estava boa, se ele tinha ficado bem, me aproximei e arrumei a gola da camisa e disse que sim...
-Tem certeza?
-Sem ela você talvez fique melhor!
-Então vem tirar ela...
Não pensei duas vezes, abri botão por botão daquela camisa, sem dizer uma palavra apenas nos encarando olho no olho a gente se curtia.

Depois me abaixei e tirei a calça dele, abaixei a cueca e ele estava com a rola dura como uma rocha, olhei bem nos olhos dele e em seguida passei minha lingua dos testiculos até a aquela cabeça rosadinha e deliciosa do pau dele, em seguida ele me puxou para cima e nos beijamos, nunca tinha sentido um beijo tão gostoso.

Ele era objetivo, me virou e já se abaixou e começou a beijar e morser minha bunda, acho que eu estava com tanto tesão no meu primo que naquele momento não importava quem iria foder quem, eu só queria aproveitar cada céntimetro daquele leke gostoso...quanto ele enfiou aquela língua molhadinha e quente no meu cuzinho eu quase gozei, mas fiquei na minha, só não conseguia mais segurar os gemidos.

Quando ele ficou de pé, me abraçou por trás, ficamos alguns minutos nos beijando, em seguida o safado lubrificou o pau e foi metendo aos poucos enquanto nos beijavamos, ele era bom, sabia meter, metia gostoso e numa velocidade boa...depois de um tempo ele me abraçou forte pela cintura e falou baixinho no meu ouvido, vamos gozar juntos, e começou a bater uma punheta pra mim enquanto me fodia.

Alguns minutos depois, ele de deitou no chão, eu sentei naquela rola gostosa, ele segurou minhas pernas e começou a meter com força, depois de algus minutos não aguentei e gozei, molhei ele todo de porra, foi jatos de porra pra todo lado, em seguida ele me abraçou de frente enquanto chupava meus mamilos e me dava uns tapas na bunda e susurrava me chamando de gostoso, minutos depois ele me abraçou forte e me girou e me deixou deitado no chão, assim que ele tirou a rola senti jatos de porra jorrando em mim, quando ele se sentou no chão e comecei a chupar o pau dele, ele se contorcia e gemia como um louco, e alguns minutos depois sentir a porra quente invadindo minha boca, ele gozou novamente...

-Ai...achei que eu ia te surpreender, mais você...seu safadinho...
-Também tenho meus truques!
-Vamos tomar banho!
...

Fonte das fotos: Web
Artigo: Antônio S.

Compartilhe Agora!

Related Posts

Deixe seu comentário, é um prazer para nós saber sua opinião!
OBS: Os comentários deixados no nosso site por leitores não reflete nossa opinião, portanto não somos responsáveis pelos mesmos.

Nos reservamos ao direito de eventuais erros em nossas postagens, deixe seu comentário e corrigiremos!

Comentários homofóbicos, racistas, agressivos ou intolerantes não serão aprovados.