Crime | Homem morre por defender a vida

"Homem é morto por defender um travesti"

Um homem de 54 anos foi espancado até a morte na noite deste domingo (25) dentro da estação Pedro 2º, da linha 3-vermelha do Metrô paulista, na região central de São Paulo.A polícia afirmou que o ambulante Luiz Carlos Ruas foi agredido por dois homens na área livre do mezanino, próximo à bilheteria da estação. O crime teria acontecido por volta das 20h50. A polícia apura um possível envolvimento de um grupo de intolerância na autoria do crime.De acordo com testemunhas, a dupla teria ido urinar nas plantas do lado de fora da estação quando duas travestis reclamaram. Ruas tentou defender uma delas e, segundo a polícia, houve desentendimento e o ambulante correu para se proteger dentro da estação, onde foi agredido com vários golpes.

A bancada evangelica deve está em casa batendo palmas para mais um crimw brutal como esse, aliais deveria de chamar bancada dos vagabundos, bancada dos vermes, sim porque quando chega projetos de lei que pune crimes como esse com rigor esses vagabundos fazem de tudo até barrar o projeto, pessoas que se dizem defensores de Deus, enquanto isso inocentes como esse senhor morre como um animal, aliais nem um animal merecee ser morto por dois vagabundos como esses, dois lixos humanos que mataram simplesmente porque não alcançaram o travesti e pelo simples fato do senhor dizer "ou deixa disso".

Lembro quando eu saia de casa e meu pai me dizia, "cuidado, apronta que quando você chegar nós acerta",isso me bastava para saber que família dos outros deve ser respeitada, esses dois vagabundos são homens por matar por ser intolerantes?

O mais deprimente ainda é ver gente escrever por todo lado na internet que esses caras estão limpando o mundo, eu de fato não sei que céu e que deus essas pessoas professam, colocam a culpa de suas frustrações e incompetência no homossexualismo, verdadeiros animais que nasceram vazios e vão morrer vazios para encher o inferno que eles próprios tanto tem medo.

Outro dia eu assisti um programa em que um casal dizia que tinha colocado o filho para fora de casa porque descobriram que ele é homossexual que preferiam visitar o filho na cadeia do quer ter um filho gay, essa família desses dois vagabundos assassinos devem estar alegres por ter dados essa educação para esses monstros, e não adianta dizer que a família é gente boa, trabalhadores que não são, são pais de dois vagabundos assassinos, que deram essa educação aos filhos, lamentavelmente o brasil não tem lei que pune corretamente esse tipo de brutalidade, vão ser julgados por assassinato e olhe la.

Lamentavelmente esse senhor que morreu, e os travestis não são pastores e deputados para fazer uma oração para algum meliciano e embolsar algum cheque no valor de 100 mil, lamentavelmente é so isso que a bancada evangelica faz na política, apoiar "desprojetos" e viver as custas dos adiotados que votam neles, são verdadeiros parasitas.

Mas é isso, mais um inocênte que se foi por simplesmente defender a vida, amanhã a família desse senhor lamentavelmente terá que sepulta-lo e chorar em silêncio, enquanto que esses dois vagabundos estão soltos por ai.

Fonte das fotos: Reprodução Web
Artigo: Antônio S.

Compartilhe Agora!

Related Posts

4 comentários

comentários
Anônimo
27 de dezembro de 2016 08:35 delete

Deviam prender eles e deixar os presos fazer com eles exatamente oque fizeram com o pobre do velhinho, pesquisei aqui e vi o vídeo, que crueldade esses dois assassinos fizeram...

Reply
avatar
Anônimo
27 de dezembro de 2016 08:36 delete

Eu não consigo entender como uma pessoa consegue justificar que matou um ser humano so porque ele era gay, eu não consigo entender de fato...

Reply
avatar
Anônimo
27 de dezembro de 2016 08:38 delete

São dois lixos, vermes que são piores do que oque eles defendem, não há explicação nem justificativa para o assassinato...

Reply
avatar
Anônimo
27 de dezembro de 2016 08:39 delete

São uns filho da puta....

Reply
avatar

Deixe seu comentário, é um prazer para nós saber sua opinião!
OBS: Os comentários deixados no nosso site por leitores não reflete nossa opinião, portanto não somos responsáveis pelos mesmos.

Nos reservamos ao direito de eventuais erros em nossas postagens, deixe seu comentário e corrigiremos!

Comentários homofóbicos, racistas, agressivos ou intolerantes não serão aprovados.