Amputação peniana cresce no brasil...

Falta de higiene masculina causa cerca de 1.000 amputações de órgãos sexuais por ano no Brasil

Por Merelyn Cerqueira

Segundo dados da Sociedade Brasileira de Urologia (SBU), e publicados pelo site oficial do Dr. Drauzio Varella, só em 2013, cerca de mil amputações penianas ocorreram em todo o Brasil.
Segundo o presidente da SBU, Aguinaldo Nardi, apesar do câncer de pênis ser raro no país – representando cerca de 2% entre todos os outros tipos – em algumas regiões do Norte e Nordeste eles são bem mais comuns do que o de próstata. Isso ocorre devido as baixas condições socioeconômicas, má higiene íntima e medo dos homens de procurar ajudar médica.

Em relação ao câncer de próstata, 30% dos pacientes da rede pública, atendidos pelo SUS, são diagnosticados quando o problema já está avançado.

Isso ocorre devido ao medo e ao “arquétipo de herói” construído pelos homens em relação a ajuda médica. Contudo, se diagnosticados cedo, 95% desses casos seriam passíveis de cura.

Só no Maranhão, segundo Nardi, um caso novo surge a cada 16 dias, sendo mais comum em homens com mais de 40 anos idade, de baixa renda, que não realizaram circuncisão e não realizam a higiene íntima com frequência e de modo correto.

Assim, as complicações surgem quando há o aparecimento de feridas e crescimento de células cancerosas que começar a se reproduzir.

“O câncer de pênis é um dos poucos que se é possível prevenir. Basta lavar o pênis com água e sabão, puxando o prepúcio – a pele que encobre a glande – para lavar a glânde (cabeça do pênis) principalmente após relações sexuais ou masturbação, usar preservativo nas relações sexuais e fazer a cirurgia em caso de fimose ou exuberância de prepúcio na puberdade”, disse Nardi em entrevista à Tribuna do Ceará.

Além disso, é importante lembrar que os testículos também devem ser limpos. Para isso, basta passar o sabão pela região até a zona do reto, o que eliminará qualquer possibilidade de incômodos causados pelo mau cheiro.

Creditos:
Diário de Biologia / Dr. Dráuzio Varella /
Tribuna do Ceará

Compartilhe Agora!

Related Posts

Deixe seu comentário, é um prazer para nós saber sua opinião!
OBS: Os comentários deixados no nosso site por leitores não reflete nossa opinião, portanto não somos responsáveis pelos mesmos.

Nos reservamos ao direito de eventuais erros em nossas postagens, deixe seu comentário e corrigiremos!

Comentários homofóbicos, racistas, agressivos ou intolerantes não serão aprovados.